Sobre a Paralisia Cerebral

O que é?

É um distúrbio de movimento e postura, secundário a uma lesão não progressiva do cérebro em desenvolvimento.

Sendo assim a criança tem uma lesão estática: por si mesma não se torna pior. Contudo, porque a criança já nasce com a lesão, o dano torna-se mais aparente com o crescimento e desenvolvimento.

Quais são as causas?

  • Pré-natais (antes do nascimento):

    desordens genéticas, infecções congênitas como Rubéola, Sífilis, Toxoplasmose; exposição da mãe a substâncias como álcool, cocaína e certas medicações.

  • Perinatais (durante o nascimento):

    prematuridade, baixo peso, infecções (meningite), hipoglicemia e distocias (parto com complicações).

  • Pós-natais (após o nascimento):

    infecções do Sistema Nervoso Central; hipóxia cerebral (afogamento, convulsões e parada cardíaca)

Como é feito o tratamento?

Para o tratamento adequado da criança com Paralisia Cerebral é necessário que haja a atuação de uma equipe multidisciplinar composta por: médicos das diversas especialidades, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos, nutricionista, terapeuta ocupacional, assistente social, pedagogos, psicólogos e enfermeiros.

Bibliografia consultada: FINNIE,N.R. O manuseio em casa da criança com paralisia cerebral. 3ed. Manole: São Paulo, 2000. http://www.sarah.br